Abra os Olhos, Leia os Ingredientes

Um cão pode comer, engordar e mesmo assim não ter uma boa nutrição.
Valor Biológico dos Ingredientes:Os animais comem para satisfazer as suas necessidades energéticas. Quando lhes é permitido o livre acesso a uma dieta equilibrada e moderadamente palatável, a maioria dos cães consome uma quantidade suficiente de alimentos para satisfazer as suas quantidades diárias de energia. O conteúdo energético da ração vem da quantidade de carboidratos, gorduras e proteínas. É expresso na forma de Kcal / Kg.

A energia da comida é parcialmente explorada. Uma parte é eliminada pelas fezes e pela urina. A parte restante representa a energia metabolizável que permite a cobertura das diferentes necessidades do animal (manutenção, gestação, lactação e crescimento).

A única maneira confiável de medir a digestibilidade de uma ração é realizar experiências “in vivo”, com cães acondicionados em gaiolas específicas, onde se sabe o tempo todo o que o cão ingere e o que elimina nas fezes e na urina. A diferença entre o que se come e o que se expulsa através das fezes é a parte digestível da ração.

Existem técnicas laboratoriais que permitem calcular a digestibilidade de certos nutrientes. São técnicas muito agressivas que fornecem valores aproximados e geralmente mais altos que os valores reais. Se esses valores forem usados ​​para calcular a energia metabolizável de uma ração, em vez daqueles obtidos nas salas de aula metabólicas, podemos estar superestimando sua qualidade.

Por esta razão, quando se fala de digestibilidade sem especificar a técnica pela qual foi obtida, é possivelmente “in vitro” experiências (realizadas em laboratório) e não “in vivo” (realizadas em gaiolas metabólicas).

UM ALIMENTO TEM MAIS VALOR BIOLÓGICO QUANTO MAIS DIGESTIVEL E NUTRITIVO FOR:

Muitas vezes, não saber interpretar um rótulo pode levar a um conceito errado na hora de avaliar a qualidade de um alimento. Fixamo-nos sempre na quantidade de proteína / gordura que o produto contém, mas isso não é suficiente. Não devemos fixar-nos apenas nisso.

O REALMENTE IMPORTANTE NÃO É A QUANTIDADE, MAS SIM A QUALIDADE.

Para avaliar essa qualidade, devemos basear-nos na digestibilidade e no valor biológico dos ingredientes, que falaremos mais à frente.

Um organismo precisa, além de proteínas e gorduras, de outros nutrientes: água, carboidratos, minerais e vitaminas para poder crescer, desenvolver-se e manter-se saudável.

É necessário colocar no rótulo a quantidade de nutrientes que são fornecidos através do alimento. As percentagens dos nutrientes que aparecem na análise média dos rótulos, são quantidades obtidas através de testes de laboratório e não a quantidade realmente utilizada pelo animal. Portanto, os números que aparecem nas análises não indicam necessariamente um equilíbrio nutricional ou a qualidade do produto.

É MUITO IMPORTANTE OBSERVAR A LISTA DE INGREDIENTES:

Os ingredientes são veículos que transportam a mistura dos nutrientes para o corpo. Para incorporar esses nutrientes, é muito importante que os ingredientes estejam na quantidade correta e sejam de uma elevada qualidade.

Os ingredientes envolvidos na formulação devem ser mencionados no produto ordenados da maior para a menor quantidade, ou seja, o ingrediente que o produto mais contém é o que aparece primeiro e isso também dá uma ideia como é a composição da ração. Existem dois factores que devemos ter em conta:

-Os ingredientes podem ser identificados um a um, ou podem ser agrupados por categorias. Quando não se pretende mencionar uma determinada matéria-prima e se pretende destacar um ingrediente por ser de alta qualidade , (arroz) será nomeado individualmente e por exemplo (trigo), será mencionado genericamente (cereal).

-Às vezes costuma destacar-se um determinado ingrediente num produto, como por exemplo o ovo, mas o mesmo aparece no fim da lista de ingredientes, o que significa que o seu impacto é insignificante.

Para avaliar a qualidade dos ingredientes, devemos levar em conta sua digestibilidade e, no caso de proteínas e gorduras, o seu valor biológico é de grande importância. Estes dois parâmetros juntos determinarão a qualidade nutricional do alimento.

Fonte: http://www.satisfaction.es/en/abra-los-ojos-lea-los-ingredientes/
Tradução: Filipa Neves

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *